Devido ao Covid-19, as Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo em Coruche não se realizaram, mas houve toiros na mesma, nos dias 16 e 17 de agosto.

Foram duas corridas com 4 toiros cada. Um formato diferente, mas ajustado à realidade que vivemos. A noite de 17 de agosto tinha como aliciante a apresentação de casaca de António Telles filho. O jovem, toureou o segundo toiro da ordem da ganadaria de David Ribeiro Telles, um bom toiro que permitiu a António Ribeiro Telles filho realizar uma grande lide.

O neto de mestre David Ribeiro Telles tem “escola”, monta muito bem a cavalo e toureia com muita verdade e classe. Cravou excelentes ferros curtos montado o cavalo “Embuçado”. Se tiver sorte e vontade de aprender com o seu pai, vai ser figura!

António Ribeiro Telles Pai teve uma noite das duras! Boa lide no primeiro da ganadaria Lopes Branco. No segundo de Vale Sorraia, um toiro reservado e de meias investidas, sofreu uma aparatosa queda com o “Favorito”, mas depois veio ao de cima a raça que só está ao alcance das maiores figuras do toureio. Foi buscar o “Embuçado” e disse alto e bom som que quem mandava na arena era ele encastou-se, e cravou três grandes ferros curtos montando o cavalo “Veneno”.

Por fim, saiu um sobrero de Cunhal Patrício (em substituição do toiro com o mesmo ferro), um toiro manso e parado no centro da arena, mas mestre Ribeiro Telles deu-lhe a lide adequada montando o cavalo “Alcochete”.

Pelo grupo de Coruche quatro boas pegas concretizadas á primeira tentativa, foram caras: Fábio Casinhas, Tiago Gonçalves, o cabo José Tomás realizou uma belíssima pega e João Prates encerrou a noite também com uma boa pega.

Os toiros foram recolhidos a cavalo pelos campinos Janica e Mário Gordo.

O publico cumpriu todas as normas de segurança e teve um comportamento exemplar, nesta noite que marcou a história daquele que será certamente um dos maiores nomes da tauromaquia portuguesa nos próximos anos, António Ribeiro Telles filho!!