A noite de 3 de Setembro de 2020 no que diz respeito à temperatura até estava quente, mas na arena a temperatura estava morna, para não dizer fria…

No que diz respeito ao toureio a cavalo, faltou emoção e na maioria das lides houve velocidade a mais. Bem sei que os toiros de Veiga Teixeira, não são os mais adequados para fazer ladeios e afins… mas calma aí, não é preciso apanhar multas por excesso de velocidade…

O curro de Veiga Teixeira estava bem apresentado, mas faltou transmissão, faltou perseguir os cavalos de forma áspera, aquelas sensações que os cavaleiros em regra não apreciam, mas que os aficionados gostam muito e esperam desta ganadaria.

O melhor desta corrida foram as lides de Duarte Pinto e Manuel Telles Bastos. O cavaleiro de Paço de Arcos, abordou o toiro do seu lote com retidão e cravou ferros com muita verdade. Toureou o toiro de forma inteligente a favor da crença natural. Boa lide, a fazer a diferença.

Manuel Telles Bastos também teve uma atuação muito interessante tanto na ferragem comprida como na curta, aqui com ferros com ligeira batida ao piton contrário.

Rui Salvador abriu praça com uma lide correta. Destaque para um ferro curto muito bom, cravado junto às tábuas, montando o cavalo “Hornazo”.

Gilberto Filipe demonstrou atitude mas os resultados não foram certamente os esperados, Ana Rita cravou os ferros à tira e tentou chegar às bancadas com a sua alegria e capacidade de comunicação, Parreirita Cigano cravou dois grandes quiebros para encerrar a atuação, aguentou até mais não. Este cavaleiro tem imenso valor, falta alguém que o oriente para alcançar outros patamares.  

No que diz respeito aos forcados, em praça dois dos melhores Grupos de Portugal os de Montemor e os de Alcochete.

Pelos rapazes de Montemor pegaram Vasco Ponce à primeira, Francisco Barreto também à primeira e Francisco Borges à quarta.

Pelos Amadores de Alcochete concretizaram Vítor Marques à segunda, Manuel Pinto também à segunda (a primeira tentativa foi espetacular, o forcado aguentou até ao limite das suas forças para ficar na cara do toiro) e João Belmonte à primeira.

foto: Maria João Mil Homens