A preparação da Praça de Toiros do Campo Pequeno para a corrida de Gala à Antiga Portuguesa que se realiza hoje às 21h45, marca o encerramento do Abono de 2019.

Depois da instalação e provas de guarda-roupa, na passada semana, a arena começou hoje a ser devolvida ao seu papel de “terreiro tauromáquico”, de modo a que, ao fim da tarde, já sirva de cenário para o ensaio dos naipes de pajens do neto e de pajens dos cavaleiros.

Na quarta-feira, teve lugar o ensaio geral do cortejo histórico evocativo das touradas reais do século XVIII. Na noite da corrida televisionada pela RTP irão desfilar na arena os pajens do neto e do cavaleiro, os componentes do “Bando” (timbaleiro e charameleiros), os porta-estandartes, os coches com as respetivas tripulações (cocheiro, sota porta-guias dos cavalos de tiro, moços de tábua e alabardeiros, os porta-guias dos cavalos de combate e o neto, a quem comete dirigir todo o cortejo.

Tudo se conjuga, pois para que esta noite fique a constituir mais um momento da extraordinária beleza vividas num passado já distante, mas parte integrante da cultura portuguesa.

A praça irá estar vistosamente engalanada, conferindo assim um aspeto solene ao espectáculo que se desenrolará na área.

Antes da saída do primeiro toiro, será entregue ao cavaleiro António Ribeiro Telles o “Galardão Prestígio 2019”, instituído e atribuído anualmente pela empresa do Campo Pequeno a uma personalidade ou instituição destacada do meio taurino.

Nesta corrida serão também homenageados os participantes nas corridas de toiros que, há cinquenta anos, se realizaram em Jacarta (Indonésia).

A corrida de encerramento da temporada tem no seu cartel os nomes dos cavaleiros António Ribeiro Telles, Rui Fernandes, João Moura Caetano, Ana Rita, Luís Rouxinol Júnior e António Prates e os grupos de forcados amadores de Montemor e do Aposento da Chamusca, respetivamente capitaneados por António Vacas de Carvalho e Pedro Coelho dos Reis.

Serão lidados seis imponentes toiros da ganadaria de António Raúl Brito de Paes.