Entrevista ao cavaleiro António Ribeiro Telles, a propósito da sua participação no Festival Taurino do Dia da Tauromaquia, que decorre no dia 29 de Fevereiro, no Campo Pequeno.

Como é ser cabeça de cartaz num dia tão importante para a Tauromaquia?

ART: É um gosto abrir o Festival do Dia da Tauromaquia, sou profissional do Toureio, vivo da festa dos Toiros, devo muito à Tauromaquia! Por tudo isto tenho obrigação de dar a cara em defesa da nossa festa.

Como está a preparar o Dia da Tauromaquia?

ART: Com muita ambição, neste dia todos juntos devemos fazer tudo para poder ser um grande êxito, só assim mostramos a nossa força!

Sempre sonhou ser Cavaleiro Tauromáquico ou pensou noutras profissões?

ART: Nasci Toureiro e hei de morrer Toureiro! Adoro a minha profissão e só ainda cá ando porque essa paixão faz com que eu seja feliz.

O que mais gosta na sua profissão?

R: O Toiro e o Cavalo são dois animais fantásticos, pela sua beleza, pela sua nobreza, eu devo-lhes tudo, por isso é que os trato com tanto respeito!

O António já participou no Dia da Tauromaquia. Que mensagem quer deixar a quem nunca esteve presente?

ART: É um dia bonito com muito para ver, a Tauromaquia é tão grandiosa que tem argumentos para que durante um dia inteiro as pessoas se envolvam numa festa tão portuguesa.