Mário Centeno foi eleito esta semana presidente do Eurogrupo. O ministro das Finanças português foi o mais votado na primeira volta, com oito votos, mas só numa segunda ronda alcançou a maioria simples (ou seja, pelo menos 10 votos entre os 19 membros da área do euro) necessária à vitória.

O novo presidente do Eurogrupo assume funções em janeiro, mais precisamente no dia 14 – pois o segundo mandato do holandês que presidiu ao fórum de ministros das Finanças nos últimos cinco anos termina a 13 -, iniciando então um mandato de dois anos e meio. A reunião seguinte do Eurogrupo, agendada para 22 de janeiro, já será presidida por Mário Centeno.

fonte: TSF