Frederico “Kikas” Morais entrou para a história do surf nacional, ao ser o primeiro português numa final do circuito mundial de surf-

Richard ‘Dog’ Marsh, o treinador australiano de Frederico Morais, dizia quase tudo: mesmo com uns óculos escuros que tapavam bem a cara, era demasiado evidente a emoção que transparecia entre o punho fechado em sinal de vitória e o sorriso bem rasgado na cara. Kikas está a fazer história no Open J-Bay, na África do Sul, e conseguiu tornar-se o primeiro português de sempre a atingir a final de uma etapa do World Tour, o Circuito Mundial que junta os melhores dos melhores do surf.

O surfista português, 18.º do ranking mundial, conquistou na primeira bateria das meias-finais 17,37 pontos (9,27 e 8,10), contra os 14,70 (7,77 e 6,93) do campeão do mundo de 2014, actual 11.º do circuito.

Na bateria decisiva, com o brasileiro Filipe Toledo que durou 40 minutos. Kikas acabou por não conseguir ser melhor. Ainda assim, não deixa de ser a melhor semana da sua vida. Uma semana onde, em três dias seguidos, afastou outros tantos campeões mundiais (Mick Fanning, John John Florence em duas ocasiões e Gabriel Medina).

fonte: Observador e Publico