Podia ser uma brincadeira (de mau gosto é certo), mas não, foi mesmo a maior “gaffe”da história dos Óscares. A dupla de apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway (Bonnie and Clyde) recebeu o envelope vermelho que supostamente tinha o nome do Melhor Filme do ano. Warren Beatty abriu o envelope e hesitou por instantes, estranhou o que leu, ainda procurou um segundo papel dentro do mesmo envelope, mas lá disse: “O Óscar de Melhor Filme vai para…” e, como combinado, passou a batata quente a Faye Dunaway, suplicando em silêncio por ajuda. Mas à hesitação de Clyde, Bonnie respondeu com certezas: “La La Land”.

Estava consagrada a vitória do musical de Damien Chazelle. Só que não… Já depois de toda a equipa ter subido ao palco e terem começado os agradecimentos é que o erro se desfez… O baile estava armado e foi preciso um dos produtores de La La Land, Jordan Horowitz, parar as comemorações e dizer: “O vencedor é Moonlight. Não estou a brincar, o Óscar é vosso”. E foi assim que o Óscar mais esperado da noite foi literalmente arrancado das mãos de La La Land e passado para as mãos de Moonlight, o drama realizado por Berry Jenkins.

Veja a lista dos vencedores nas diversas categorias aqui.