A PróToiro – Federação Portuguesa de Tauromaquia critica toda e qualquer forma de discriminação e condena os ataques contra a cultura portuguesa e, em especial, a taurina. Nesse sentido, é com estranheza que verifica que a proposta de Orçamento do Estado, apresentada pelo Governo, contempla o fim da isenção de IVA na prestação de serviços dos artistas tauromáquicos (ação do PAN) e a discriminação das touradas na redução do IVA (ação do BE) em relação aos restantes espetáculos culturais.

No dia em que o Orçamento do Estado é entregue na casa da democracia, a PróToiro vem reforçar a sua posição de que é totalmente contra a discriminação dos artistas tauromáquicos em relação aos demais. A PróToiro aguarda a versão final da proposta de Orçamento para então decidir quais as formas de defender a Cultura portuguesa.

Com a entrada desta proposta para votação no Parlamento, a Prótoiro acredita que os restantes partidos serão, uma vez mais, consequentes com as suas declarações e votações recentes, rejeitando ataques ilegais e censórios contra a Cultura, no caso a tauromaquia, num exemplo de tolerância, respeito e liberdade.