Na manhã do passado domingo, dia 9 de abril, horas antes de se realizar o festival taurino no qual os forcados de Vila Franca comemoraram o seu 85º aniversário, a cidade deparou-se com o vandalismo contra o Património e a Cultura na praça de toiros “Palha Blanco” (propriedade da Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca de Xira), no monumento ao Forcado e no parte do Parque Urbano do Cevadeiro, da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Estes atos são vergonhosos e demonstram bem a falta de civismo de alguns membros de associações animalistas. A população tem o direito de manifestar-se e afirmar publicamente os seus ideais, mas não tem o direito de estragar e vandalizar o património cultural.

 

Curiosamente, no sábado houve uma marcha nacional contra as touradas que contou com o apoio da associação Animal, do Pan e do Bloco Esquerda e de mais 50 movimentos que prometeram uma gigante marcha nacional do animal no sábado mas, afinal foram apenas algumas dezenas de cidadãos que aderiram à causa, como podem observar na imagem abaixo. É caso para dizer “a montanha pariu um rato”.

fotos: CM Vila Franca de Xira e ephemerajpp.com